RIO DO TEMPO

  • 1934: Nasce João Pereira das Neves Filho na capital fluminense, Rio de Janeiro.

  • 1950: Forma-se ator e diretor pela Fundação Brasileira de Teatro (FBT).

  • 1955: Peça A Descoberta do Novo Mundo (Atuação de João das Neves. Texto de Morvan Lebesque. Tradução de Luís de Lima. Rio de Janeiro/ RJ.)

  • 1957: Peça O Embarque de Noé (Atuação de João das Neves. Texto de Maria Clara Machado. Rio de Janeiro/ RJ.)

  • 1959: Peça O Pássaro e a Feiticeira. (Atuação de João das Neves. Direção de Pichin Plá. Rio de Janeiro/ RJ.)

  • 1960: Funda o grupo Os Duendes e assume a direção do Teatro Arthur Azevedo.

  • 1962: O grupo é expulso do espaço durante o mandato de Carlos Lacerda (1914-1977), governador do Estado da Guanabara, apontados como comunistas e subversivos.

  • 1962: Vincula-se ao recém-fundado Centro Popular de Cultura (CPC), onde se torna responsável pela sessão de Teatro de Rua.

  • 1960: Peça Revolução na América do Sul (Direção de João das Neves - primeiro espetáculo como diretor. Texto de Augusto Boal. Teatro de Arena, São Paulo/ SP.)

  • 1964: Peça A Assembleia dos Ratos (Texto de João das Neves - espetáculo infantil. Direção de Roberto Vignati. São Paulo/ SP.)

  • 1964: O CPC é colocado na ilegalidade e incendiado, e seus integrantes se articulam em torno de um novo projeto.

  • 1964: Fundação do Grupo Opinião / Show Opinião.

  • 1964: Show Opinião, com Zé Kéti, Nara Leão e João do Vale. (João das Neves com o Grupo Opinião. Teatro Opinião, Rio de Janeiro/ RJ.)

  • 1964: Peça A Menina que Sonhava (Direção de João das Neves. Grupo Opinião. Teatro Opinião, Rio de Janeiro/ RJ.)

  • 1965: Peça O Brasil pede Passagem (João das Neves com o Grupo Opinião Teatro Opinião, Rio de Janeiro/ RJ.)

  • 1965: Peça Santa Joana (Atuação de João das Neves. Texto de Bernard Shaw. Tradução de Cecília Meireles. Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro/ RJ.)

  • 1965: Peça Liberdade, Liberdade (João das Neves com o Grupo Opinião. Texto de Millôr Fernandes e Flávio Rangel. Teatro de Arena, São Paulo/ SP.)

  • 1966: Peça Se Correr o Bicho Pega, Se Ficar o Bicho Come (João das Neves com o Grupo Opinião. Direção de Gianni Ratto. Teatro Opinião, Rio de Janeiro/ RJ.)

  • 1967: A saída, onde fica a saída? (Direção de João das Neves. Texto de Antônio Carlos Fontoura, Armando Costa e Ferreira Gullar. Teatro Opinião, Rio de Janeiro.)

  • 1968: Peça Jornada de um Imbecil até o Entendimento (Direção de João das Neves. Texto de Plínio Marcos. Grupo Opinião, São Paulo/ SP.)

  • 1969: Antígona (Direção de João das Neves. Texto de Sófocles. Tradução de Ferreira Gullar. Teatro Opinião, Rio de Janeiro.)

  • 1973: Peça Se eu tivesse meu mundo (Direção de João das Neves. Texto de João do Vale e Paulo Guimarães.)

  • 1974: Peça Um homem é um homem (Direção de João das Neves. Adaptação do Texto de Bertold Brecht. Instituto Goethe, Salvador/ BA.)

  • 1975: Peça O Leiteiro e a Menina Noite (Texto de João das Neves - espetáculo infantil. Direção de Paulo Munhóz.)

  • 1976: Peça O Último Carro (Direção e atuação de João das Neves. Texto de João das Neves - escrito em 1964. Censurado só foi encenado em 1976. Teatro Opinião, Rio de Janeiro.)

  • 1977: Peça O Quintal (Texto de João das Neves. Censurada - peça ainda inédita.)

  • 1977: Peça Dois perdidos numa noite suja (Direção de João das Neves. Texto de Plínio Marcos. Teatro Opinião, Rio de Janeiro.)

  • 1979: Peça Mural Mulher (Direção e Texto de João das Neves. Teatro Opinião, Rio de Janeiro.)

  • 1980: Peça Café da Manhã (Direção e atuação de João das Neves. Texto de João das Neves. Teatro Sesc da Tijuca, Rio de Janeiro.)

  • 1982: Peça Jesus Cristo, Perdoai Pai e Mãe (Texto e dramaturgia de João das Neves - ainda inédita.)

  • 1982: Peça O Kaingang (Direção e Texto de João das Neves.)

  • 1983: Peça Círculo de Cristal (Direção de João das Neves. Texto de Luís Alberto de Abreu. Theatro São Pedro, São Paulo/ SP.)

  • 1985: Peça A Pandorga e a Lei (Direção e Texto de João das Neves. Censurada - peça ainda inédita. Radiofonizada na Alemanha, por João das Neves.)

  • 1985: Peça A Mãe (Direção, Tradução e Iluminação de João das Neves. Texto de Bertold Brecht, com base no romance homônimo de Máximo Gorki.)

  • 1986: Muda-se para o Acre.

  • 1986: Fundação do Grupo Poronga.

  • 1987: Peça Caderno de Acontecimentos (Direção, Texto e Atuação de João das Neves. Grupo Poronga. Cine-Teatro Recreio, Rio Branco, Acre.)

  • 1988: Peça Missa dos Quilombos (Direção de João das Neves. Autoria de Milton Nascimento, Pedro Tierra e Pedro Casaldáliga. Grande Teatro do Palácio das Artes, Belo Horizonte/ MG.)

  • 1988: Peça A Nossa Voz (Direção de João das Neves.)

  • 1989: Peça Tributo a Chico Mendes (Direção, Dramaturgia, Texto e Atuação de João das Neves. Espaço Tentamem, Rio Branco/ AC.)

  • 1990: Peça Yuraiá - O Rio do Nosso Corpo (Texto de João das Neves - peça ainda inédita.)

  • 1990: Transfere-se para Belo Horizonte.

  • 1992: Show Inseto Raro, de Titane. (Direção e Iluminação de João das Neves. Belo Horizonte/ MG)

  • 1992: Peça Primeiras Estórias (Direção e Dramaturgia de João das Neves. Adaptação teatral do livro homônimo de Guimarães Rosa. Parque Ecológico Lagoa do Nado, Belo Horizonte/ MG.)

  • 1995: Peça Primeiras Estórias (Direção e Dramaturgia de João das Neves. Adaptação teatral do livro homônimo de Guimarães Rosa. Parque Ecológico Lagoa do Nado, Belo Horizonte/ MG. Unicamp, Campinas/ SP.)

  • 1997: A História do Soldado (Direção de João das Neves.)

  • 1998: Peça Troços e Destroços (Direção de João das Neves para o Teatro Universitário da UFMG. Adaptação do livro de João Silvério Trevisan, por João das Neves. Centro de Cultura Belo Horizonte, Belo Horizonte/ MG.)

  • 2001: Peça O homem da cabeça de papelão (Adaptação teatral do Conto de João do Rio, por João das Neves. Grupo Trama, Belo Horizonte/ MG.)

  • 2001: Peça Pedro Páramo ( Adaptação teatral do Texto de Juan Rulfo, por João das Neves. Direção e Dramaturgia de João das Neves, para Cefart. Túnel do bairro Capitão Eduardo, Sabará/ MG.)

  • 2002: Peça Território Interno (Direção de João das Neves. Confraria da Dança, Campinas/ SP.)

  • 2002: Peça Cassandra (Adaptação teatral do Texto de Christa Wolf. Direção e Dramaturgia de João das Neves, para Unicamp. Pedreira do Chapadão, Campinas/ SP.)

  • 2006: Peça Besouro Cordão de Ouro (Direção e Dramaturgia de João das Neves. Texto de Paulo César Pinheiro. Centro Cultural Banco do Brasil, Belo Horizonte/ MG.)

  • 2006: Show Titane e o Campo das Vertentes, de Titane. (Direção e Iluminação de João das Neves. Grande Teatro do Palácio das Artes, Belo Horizonte/ MG.)

  • 2006: Peça Maria Lira (Direção, Dramaturgia e Autoria de João das Neves, para Cia. Ícaros do Vale. Povoado de Itinga, Araçuaí/ MG.)

  • 2007: Peça A Santinha e os Congadeiros (Direção e Autoria de João das Neves. ;Centro Cultural Contagem, Contagem/ MG.)

  • 2008: Peça O Homem Inesperado (Operação de Som de João das Neves Texto de Yasmina Reza. Tradição de Flávio Marinho. Teatro Renaissance, São Paulo/ SP.)

  • 2009: Peça A Farsa da Boa Preguiça (Direção de João das Neves. Adaptação do Texto de Ariano Suassuna. Teatro Sesc Ginástico, Rio de Janeiro/ RJ.)

  • 2009: Peça Frida Kahlo (Autoria de João das Neves - ainda inédita.)

  • 2009: Peça Saga no país das Gerais (Direção, Cenografia e Iluminação de João das Neves, para Grupo dos Dez. Teatro Izabela Hendrix, Belo Horizonte/ MG.)

  • 2010: Peça Ulisses, a trajetória. (Autoria de João das Neves - ainda inédita.)

  • 2011: Peça Galanga, Chico Rei! (Direção e Dramaturgia de João das Neves. Texto de Paulo César Pinheiro. Teatro Jockey, Rio de Janeiro/ RJ.)

  • 2012: Peça As Polacas - Flores do Lodo (Autoria e Direção de João das Neves, para Grupo Bonecas Quebradas. Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro/ RJ.)

  • 2012: Peça Zumbi (Direção de João das Neves, para Instituto Boal. Texto de Augusto Boal e Gianfrancesco Guarnieri. Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro/ RJ.)

  • 2013: Peça Aos nossos filhos  (Direção de João das Neves. Texto de Laura Castro. Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro/ RJ.)

  • 2013: Peça Mirabolante (Direção de João das Neves. Texto de Diane Ichimaru e Marcelo Rodrigues. Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro/ RJ.)

  • 2014: Peça Os Azeredos mais os Benevides (Direção e Dramaturgia de João das Neves, para Ubes SP. Texto de Oduvaldo Vianna Filho. Cine-Teatro Denoy de oliveira, São Paulo/ SP.)

  • 2015: Peça Bonecas Quebradas (Dramaturgia de João das Neves, para o Grupo Bonecas Quebradas. Itaú Cultural, São Paulo/ SP.)

  • 2015: Peça A Lenda do Vale da Lua (Texto de João das Neves - espetáculo infantil, escrito em 1976. Direção de Wilma de Souza. Rio de Janeiro/ RJ.)

  • 2015: Peça Madame Satã (Direção de João das Neves e Rodrigo Gerônimo, para o Grupo dos Dez. Galpão Cine Horto, Belo Horizonte/ MG.)

  • 2016: Peça Lazarillo de Tormes (Direção de João das Neves. Adaptação feita em 2009 de Texto anônimo do séc. XVI, encontrado na Espanha. Grande Teatro do Sesc Palladium, Belo Horizonte/ MG.)

  • 2018: Assim como o rio, ele deságua.